Iniciativa pioneira nos edifícios do Judiciário brasileiro é responsável pela produção de 20% da eletricidade consumida nos dois prédios do órgão.

Desde sua inauguração, em novembro de 2017, a Usina Minigeradora Fotovoltaica do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já proporcionou uma economia de R$ 1,6 milhão em energia elétrica para a Corte Eleitoral. A iniciativa pioneira nos edifícios do Judiciário brasileiro é responsável pela produção de 20% da eletricidade consumida nos dois prédios do Tribunal.

A usina está instalada no edifício anexo do TSE e funciona de forma sustentável, utilizando a irradiação solar – absorvida entre 8h30 e 16h30, com picos ao meio-dia, horário em que o sol está posicionado bem acima das placas fotovoltaicas que compõem o dispositivo para gerar energia elétrica. O sistema ainda proporcionará economia por cerca de duas décadas, já que a vida útil média do equipamento é de 25 anos.

Via Bene Energy | Energia solar de verdade

texto por: portal solar

Leave a Reply

Fale no WhatsApp ao vivo
Enviar mensagem