Segundo a CCEE, usinas fotovoltaicas registraram aumento de 35,8% em relação ao mesmo período de 2019.

A energia solar foi a única fonte a apresentar crescimento na geração no Brasil no mês de maio, informou a CCEE. As usinas fotovoltaicas registraram aumento de 35,8% em relação ao mesmo período de 2019 em função da expansão da capacidade instalada. Na mesma base de comparação, as hidrelétricas (-14,1%), eólicas (-2,2%) e termelétricas (-1,2%) registraram recuo.

O estudo da entidade aponta que o total do volume de geração de energia produzida no país entre 01 e 31 de maio foi 10,9% inferior ao mesmo período do ano passado. Já o consumo de energia elétrica recuou 11%, por influência das medidas de isolamento social para combate à Covid-19.

“Os feriados adiantados para o período de 23/05 a 29/05 no país tiveram impacto pontual no consumo médio dos locais que aderiram à medida. No SIN, a queda de demanda registrada naquela semana foi de 12,6%. Os dados mostram ainda que, com a manutenção das medidas para controle do novo coronavírus, houve uma estabilização da queda do consumo nas últimas semanas, em torno de 10% a 13%”, assinala a pesquisa.

Via Bene Energy | Energia solar de verdade

texto por: portal solar

Leave a Reply

Fale no WhatsApp ao vivo
Enviar mensagem